Valadarenses reclamam de falta de clareza nas regras do Minas Consciente por parte da administração municipal.

EM DIREITA 02/08/2020 Relatar Quero comentar

A partir deste sábado (1º), as regras para determinar abertura ou fechamento de estabelecimentos comerciais em Governador Valadares passam a ser definidas pelos protocolos do programa Minas Consciente, do Governo de Minas.

Seguindo determinação judicial, o ao Minas Consciente, mas sem especificar quais segmentos podem continuar com portas abertas. Nas redes sociais, muitos se manifestaram, reclamando da falta de clareza quanto aos estabelecimentos que podem ou não permanecer abertos.

“Que bagunça e confusão”, foi o comentário de Aleir Vieira Oliveira. A leitora Karla Lemos tem opinião semelhante: “Adesão ao Minas Consciente já foi informada desde semana passada. Mas, explicar o que pode abrir ou não, ninguém explica”.

Para Erika Viegas, falta definição de quais serviços são ou não considerados essenciais: “Alguém me explica esse decreto, não entendi nada. O que é considerado não essencial?”

Entre os que se manifestaram nas redes sociais, há diferentes opiniões quanto ao fechamento do comércio. “Se for para o bem de todos, vamos aderir também. Chega de morrer gente. Fiquem em casa”, disse Heitor Teles. Já a leitora Gisele Paizante discordou da medida: “Eu não concordo com o fechamento. Preciso pagar minhas contas, os políticos vão pagar para mim?”

Fabiana Temponi destacou a necessidade de fiscalização quanto ao cumprimento das regras: “De nada adianta decretar isso e não ter fiscalização. Volta a piorar a situação e ficamos nesta roleta eterna, já que a população não coopera nem um pouco”.

Marlene Silveira destacou a quantidade de valadarenses que já faleceram nesta pandemia: “Governador Valadares é a cidade que tem óbitos com exageros. Uma cidade de 280 mil habitantes com quase 150 óbitos? Belo Horizonte tem quase 3 milhões de habitantes, e tem 489 óbitos. Vejam a diferença de habitantes, assim não dá”.

Comentário do usuário
X
Relatar
Use um endereço de e-mail real. Se não pudermos entrar em contato com você, não poderemos processar seu relatório.