Grávida de 8 meses morre, vítima de coronavírus, e família faz apelo comovente

Matérias Oficiais(+10% Clicks) Yasmim 18/06/2020 Relatar Quero comentar

A pandemia do novo coronavírus parece não chegar ao fim. Desde que teve início, os números de morte em decorrência da Covid-19 tem se tornado cada vez mais alarmantes, provocando pânico na população e preocupação entre os órgãos de saúde.

Os óbitos pelo coronavírus ultrapassam 45 mil só no Brasil, sendo que o número de ocorrências da doença também é preocupante, chegando a mais de 928 mil. Em outros países, a situação também causa temor, como nos Estados Unidos, que lidera o ranking de mortes pela Covid-19.

Uma das vítimas mais recentes do novo coronavírus no Brasil foi uma mulher, moradora da cidade de Venda Nova do Imigrante, região serrana do estado do Espírito Santo, cuja morte deixou a família extremamente abalada. 

Celma de Castro tinha 39 anos de idade e estava à espera do segundo filho. No mês passado, a grávida começou a sentir os sintomas da Covid e procurou uma unidade de saúde de sua cidade para realizar o teste. Mesmo antes do resultado, ela iniciou o isolamento dentro de casa.

Com o passar dos dias, os sintomas de Celma começaram a piorar e ela foi encaminhada para um hospital, onde ficou internada. Os profissionais do local confirmaram que a mulher estava com coronavírus e ela passou a receber o tratamento. 

Algumas semanas depois, após uma parada cardíaca, Celma não conseguiu resistir. Antes da morte da brasileira, a equipe médica realizou um parto de emergência e trouxe ao mundo a pequena Marcela, que teve que ficar internada por também ter contraído Covid.

A família de Celma fez um apelo após sua morte: “A gente não teve tempo nem de nos despedir. Ninguém merece passar por isso. Então, aqui fica o meu apelo para que as pessoas que não estão levando a sério, levem a sério, porque a Covid-19 é coisa séria. A Covid-19 mata e tira as pessoas que a gente ama“, disse a cunhada da vítima.

Comentário do usuário
Você pode gostar