QUEM É O DITADOR?

EM DIREITA 04/08/2020 Relatar Quero comentar

Desde antes das eleições já acusavam Jair de ser “candidato a Ditador”

O medo diante da figura mítica gerou até um atentado ao então candidato. Hoje, após 19 meses de governo, vendo sua postura firme contra ideologias, a inexistência de desvios de dinheiro e acabando com o propinoduto - que abastecia imprensa, amigos, partidos e caciques políticos, entendemos o motivo de tanta histeria.

Fossemos nós, achincalhados sem trégua, desde o primeiro minuto de governo, chamados de genocidas, fascistas, machistas, assassinos e ditadores, talvez não resistiríamos a tentação e, fatalmente, sairíamos pilotando os tanques do exército para instaurar, de verdade, a ditadura imaginada.

Mas, não Jair. Ele resistiu a tudo.

Tweets, artigos, capas de revista, fotomontagens desejando sua morte. Injustamente xingado até por radicais que dizem ter votado nele. Questionado por um autoproclamado humorista que criticava perfis anônimos, Jair preferiu defender o direito daqueles que o xingavam a vê-los calados. Perdeu o apoio do entrevistador, mas manteve a coerência e o respeito de milhões de brasileiros.

Enquanto todos voltavam os olhos para o Senado em busca de uma resposta diante de decisões judiciais que chocam o país, ainda vimos Jair entrar com uma ADIN (abreviatura jurídica para Ação Direta de Inconstitucionalidade) para defender, não apenas os perfis “bolsonaristas” (assim chamados pela extrema imprensa), mas a todos os brasileiros.

Jair agiu motivado por perguntas que todos nós temos nos feito: como fica o Estado Democrático de Direito se começarem a ocorrer punições sem julgamento? E “amplo direito de defesa” como fica? E se faltar o direito de acessar o processo para saber que crime se é acusado? E se os crimes não constam na constituição, mas forem inventados? Se estas coisas ocorrerem, ainda haverá democracia?

Jair não fez nenhuma ação deste tipo. Há provas para antigas e novas acusações de “atos ditatoriais” de Jair?

Há pilhas de corpos pelas ruas ou em valas, como no Homolodor promovido por Stalin? Ou centenas de mulheres mortas como determinou Lenin? Pessoas matando cães para comer na rua, como na Venezuela de Maduro?

Clique na segunda página para continuar navegando
Comentário do usuário