Gilmar Mendes determina a soltura de Alexandre Baldy

EM DIREITA 07/08/2020 23:58 Relatar

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou na noite desta sexta-feira (7) a soltura de Alexandre Baldy (PP), secretário estadual de transportes metropolitanos de São Paulo, atualmente licenciado do cargo.

Baldy é acusado de fazer parte de um esquema que desviava recursos na Saúde envolvendo órgãos federais, entre eles a organização social Fiocruz e foi preso na quinta-feira (6), em operação da Polícia Federal.

A investigação se baseia em uma denúncia não relacionada ao trabalho de Baldy na secretaria de Transportes paulista. Antes do cargo no governo João Doria (PSDB), ele foi deputado federal por Goiás e ministro das Cidades no governo Michel Temer (MDB).

A prisão provisória de Alexandre Baldy havia sido determinada pelo juiz federal Marcelo Bretas. O ex-secretário é acusado pelo Ministério Público Federal (MPF) de receber propina de gestores da Organização Social Pró-Saúde.

Diante da investigação, Baldy pediu licença, por 30 dias, do cargo no governo de São Paulo. O Palácio dos Bandeirantes manifestou apoio ao ex-ministro, dizendo que ele "tem demonstrado competência, dedicação e postura idônea no exercício da sua função no Governo de São Paulo".

Em nota, a defesa do secretário licenciado afirma que "a decisão sanou uma injustiça brutal" e que "não há um indício de atos ilícitos praticados por Alexandre Baldy". 

Parte do conteúdo do artigo é proveniente da Internet. Se seus direitos de privacidade forem violados, o site será processado o mais rápido possível. Relatar
Artigos recomendados

©2020 ouugame.com. All Rights Reserved. Sobre nós Política e segurança Termos Privacidade Direitos autorais

Isenção de responsabilidade:Este site opera enviando artigos em tempo real e não assume nenhuma responsabilidade legal pela autenticidade, integridade e posição de todos os artigos. O conteúdo de todos os artigos representa apenas as opiniões pessoais do autor e não é a posição deste Site. Os usuários devem julgar a autenticidade do conteúdo. O autor possui os direitos autorais do artigo publicado neste site. Como este site é restrito pelo modo de operação "publicação em tempo real", não podemos monitorar completamente todos os artigos. Se os leitores encontrarem problemas, entre em contato conosco. Este site tem o direito de excluir qualquer conteúdo e recusar qualquer pessoa a publicar artigos neste site e também o direito de não excluir o artigo.Não escreva palavrões, calúnia, violência pornográfica ou ataques pessoais, seja disciplinado. Este site reserva todos os direitos legais.
TOP
X
Relatar
Use um endereço de e-mail real. Se não pudermos entrar em contato com você, não poderemos processar seu relatório.