Veja quem tem direito às 4 novas parcelas do auxílio emergencial de R$ 300

Filomena 02/09/2020 Relatar Quero comentar

O governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) anunciou nesta terça-feira (1º/9) a prorrogação do auxílio emergencial até dezembro deste ano.

Serão mais quatro parcelas do benefício – porém, com valor reduzido, de R$ 300. O anúncio foi feito por Bolsonaro e pelo ministro da Economia, Paulo Guedes.

Como o valor é de metade do auxílio emergencial de R$ 600 aprovado no Congresso, a mudança será feita via nova medida provisória.

O benefício é pago a informais, autônomos, desempregados e MEIs que fizeram o cadastro no aplicativo ou site, além dos cidadãos que estão inscritos no Cadastro Único (CadÚnico) ou no Bolsa Família.

A ajuda financeira é destinada a famílias de baixa renda que foram afetadas pela pandemia do novo coronavírus. Desde 2 de julho, não é possível mais se cadastrar para receber o dinheiro.

O auxílio emergencial tem sido pago com base em um calendário de ciclos divulgado pela Caixa Econômica Federal. Atualmente, esse cronograma se encerra em dezembro.

O Governo Federal ainda não divulgou, no entanto, o calendário das novas parcelas. Hoje, cerca de 67,2 milhões de brasileiros já receberam o auxílio de R$ 600.

O dinheiro é depositado de acordo com o mês de nascimento – primeiramente, na conta Poupança Social digital e, após um período, liberado para saques e transferências.

Já os beneficiários do Bolsa Família com direito ao auxílio têm recebido conforme o cronograma habitual do programa, que é pago nos últimos 10 dias úteis de cada mês.

Nesse caso, o dinheiro é depositado na conta de acordo com o Número de Identificação Social (NIS) final das pessoas.

Comentário do usuário
X
Relatar
Use um endereço de e-mail real. Se não pudermos entrar em contato com você, não poderemos processar seu relatório.