Secretário de Dória, preso com R$ 200 mil em dinheiro vivo, tinha apenas 10 reais em 2018

Em Diteita II 13/08/2020 Relatar Quero comentar

Alexandre Baldy, secretário de Transportes Metropolitanos de São Paulo, preso no início de agosto, certamente tem muitas questões ainda não reveladas e fatos a esclarecer.

Agentes federais que participaram de sua prisão apreenderam incríveis R$200 mil em dinheiro vivo do secretário - (R$ 90 mil guardados em dois cofres da casa dele em Brasília e mais R$ 110 mil na residência que ele também mantém em Goiânia).

Entretanto, um fato um tanto ‘curioso’ e ‘suspeito’ no meio disso tudo, chamou a atenção…

Segundo informações, em 2018, Baldy tinha apenas R$ 10 em depósito à vista e numerário.

É o que consta na declaração pública de bens das autoridades divulgada no Diário Oficial de São Paulo no dia 27 de maio de 2018.

O documento também aponta outros recursos, como R$ 1,3 milhão em imóveis e aplicações.

O secretário de João Doria, foi solto apenas um dia após ser preso, por determinação do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes

Comentário do usuário