Ajuda de Bolsonaro ao Líbano terá 300 respiradores, 100 mil máscaras e medicamentos para 3 meses

Portal de Notícias 11/08/2020 Relatar Quero comentar

A ajuda humanitária que o Governo Bolsonaro enviará ao Líbano nesta semana, por meio do Ministério da Saúde, incluirá 300 ventiladores pulmonares mecânicos, 100 mil máscaras cirúrgicas e medicamentos para 3 meses. A informação é da CNN Brasil.

Segundo a pasta de Pazuello, os respiradores foram adquiridos pelo Brasil especialmente para serem doados ao Líbano, sem prejuízo aos usados no tratamento de pacientes brasileiros do novo coronavírus (covid-19).

O Governo mandará também 16 médicos voluntários, entre ortopedistas e anestesistas, para atuar no reforço ao atendimento das vítimas feridas pela explosão na capital, Beirute, na semana passada.

A ajuda deve contar ainda com 30 medicamentos, entre eles, amoxicilina, benzilpenicilina, hipoclorito de sódio, ibuprofeno e paracetamol. De acordo com o Ministério da Saúde, os remédios e insumos poderão ajudar no atendimento emergencial de até 1,5 mil pessoas por um período de três meses ou de até 4,5 mil pessoas em um mês.

Os equipamentos pesam 3,9 toneladas e devem embarcar nesta quarta-feira (12) no KC-390, cargueiro da Força Aérea Brasileira que o governo destinou para transportar a ajuda humanitária ao Líbano.

A previsão é de que o ex-presidente Michel Temer, convidado pelo presidente Jair Bolsonaro para chefiar a missão, e outros integrantes da delegação também embarquem para Beirute na quarta-feira (12).

Além de Temer, a missão contará com o presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo, Paulo Skaf, que também tem origem libanesa, como o ex-presidente da República.

Comentário do usuário
X
Relatar
Use um endereço de e-mail real. Se não pudermos entrar em contato com você, não poderemos processar seu relatório.