Escrito:O menino sensível

Davi 20/07/2020 Relatar Quero comentar

O MENINO SENSÍVEL


Um pequeno menino com pés sensíveis nasceu, infelizmente em uma família onde não havia sensibilidade. Sendo o segundo filho de uma família estruturada por méritos líquidos rumo a esgotos, onde se misturavam com semelhantes. Quando sua mãe, a qual gerou e o amou por meses, descobriu que ao colocar seus pés em uma superfície sólida, sua pele soltava, o que causava enorme dor física no pequeno menino, ela sentiu a dor imaginaria das desaprovações alheiras. E a magia não retirou o amor gerado por tantos meses, mas o transformou em angústias e arrependimentos, completamente decepcionada com suas próprias expectativas internas fundamentadas no seu filho que acabara de conhecer. Sua decepção produzia perguntas sem respostas enquanto o menino crescia, adaptado, usando todo e qualquer recurso para caminhar sem apoiar os pés sensíveis em lugares sólidos e assim esconder a vergonha.

Após anos, ele desenvolveu a maior tormenta para sua família, suas mãos se tornaram sensíveis, talvez mais do que os seus pés. E então obrigado a tocar somente no que foi  apresentado e permitido, passou parte de sua vida apenas sentindo as mesmas coisas, para evitar a dor antiga, e escondido para que não causasse vergonha para sua família transparente. Quando sua família deixou para trás aquele menino que havia agora desenvolvido por todo o seu corpo, a temível habilidade, ele se tornou insensível. Pois a pele não pertencia mais ao seu corpo. E então após retirar toda sua pele, decidiu andar para fora, e descobriu que a reprovação familiar era apenas algo insignificante, perto dos olhares externos, os quais os seus terriveis pais temiam, o restante que desaprovaria sua nudez. Ele aprendeu então, que para sobreviver, deveria criar peles espessas, mas não criou ou usou.
Decidiu ir, e foi. Mas nunca foi visto ou voltou.


D.R.Lima

Comentário do usuário
X
Relatar
Use um endereço de e-mail real. Se não pudermos entrar em contato com você, não poderemos processar seu relatório.