WhatsApp lança sistema de compartilhamento de dinheiro no Brasil

Notícias Incríveis 15/06/2020 Relatar Quero comentar

Com cerca de 130 milhões de usuários no Brasil, o WhatsApp lança nesta segunda-feira, 15, o módulo de compartilhamento de dinheiro entre usuários e empresas por meio do aplicativo. Esse movimento foi antecipado por VEJA em 11 de junho. A confirmação da novidade foi feita nesta segunda-feira, 15, por Mark Zuckerberg, CEO do Facebook, empresa dona do WhatsApp. Desde 2018, o sistema de pagamentos era testado na Índia. O Brasil será, portanto, a primeira nação a receber o roll-out do sistema. A novidade é que, além do compartilhamento de moeda entre usuários, também será possível utilizar o método para pagar uma empresa.

“Hoje, nós lançaremos o sistema de pagamentos para pessoas que usam o WhatsApp no ​​Brasil. Estamos facilitando o envio e o recebimento de dinheiro assim como o compartilhamento de fotos. Também estamos permitindo que pequenas empresas façam vendas diretamente no WhatsApp. Para isso, criamos o Facebook Pay, que fornece uma maneira segura e consistente de efetuar pagamentos em nossos aplicativos”, disse Mark Zuckerberg, CEO do Facebook.

Receba as novidades e principais acontecimentos, bastidores e análises do cenário político brasileiro. Inscreva-se aqui para receber a nossa newsletter

Segundo o executivo, a plataforma está trabalhando com instituições financeiras como Banco do Brasil, Nubank, Sicredi e Cielo. “Quero agradecer a todos os nossos parceiros por tornar isso possível. O Brasil é o primeiro país em que estamos lançando amplamente o sistema de compartilhamento de pagamentos pelo WhatsApp. Mais em breve!”, completou Zuckerberg.

Em entrevista à agência Reuters, o diretor de operações global do WhatsApp, Matt Idema, disse que o passo que o aplicativo de mensagens virtuais está dando é importante para impulsionar os sistemas de pagamentos digitais no país. “O WhatsApp é muito usado no Brasil, tanto por pessoas como por pequenas empresas”, disse. “Acreditamos que podemos ajudar a aumentar os pagamentos digitais para pequenas empresas e apoiar a inclusão financeira”.

Comentário do usuário
Você pode gostar