Homem de 61 anos é resgatado em trabalho análogo à escravidão no interior de são paulo

richarles 02/07/2020 16:55 Relatar

Homem de 61 anos é resgatado em trabalho análogo à escravidão em São José dos Campos
Empregador foi preso em flagrante pela Polícia Federal; trabalhador realizava manejo de gado leiteiro desde 2005 e não recebia salários nem folgas.

Um homem de 61 anos, que trabalhava em condições análogas à escravidão em uma fazenda na zona rural de São José dos Campos, foi resgatado em operação conjunta entre o Ministério Público do Trabalho (MPT), a Gerência Regional do Trabalho de São José dos Campos e a Polícia Federal. O empregador foi preso em flagrante pelo crime de redução de trabalhador à condição análoga à escravidão.

A operação conjunta dos três órgãos constatou que o homem trabalhava em condições degradantes e com jornada exaustiva. Segundo o MPT, ele realizava o manejo de gado leiteiro, trabalhava desde 2005 sem folgas e sem receber salário. A jornada de trabalho era das 5h às 18h, todos os dias. O homem trabalha na fazenda desde 1999, sem registro em carteira de trabalho.

O homem morava com a mãe em uma casa dentro da fazenda. A mãe dele, de 87 anos, já prestou serviços para o pai do empregador no passado. De acordo com o Ministério Público do Trabalho, a casa estava em condições degradantes. Não havia geladeira e o fornecimento de água era intermitente, já que ela vinha de uma mina.

O Ministério Público constatou que o casebre não tinha forro e, por causa das telhas quebradas, chove dentro da casa. Isso forçava os dois a dormirem embaixo de lonas em tempo de chuva. O homem e a mãe se alimentariam com a ajuda de vizinhos e voluntários, que doavam cestas básicas.

A Polícia Federal prendeu em flagrante o proprietário da fazenda. Ele teria afirmado à polícia que paga salário por produção e dava cestas básicas. Porém, não apresentou recibos ou qualquer evidência que provasse. Segundo a Polícia Federal, a pena é superior a quatro anos de prisão. Por isso, a fiança deve ser arbitrada por um juiz. O empregador, que não é réu primário, encontra-se preso.

Parte do conteúdo do artigo é proveniente da Internet. Se seus direitos de privacidade forem violados, o site será processado o mais rápido possível. Relatar
Artigos recomendados

©2020 ouugame.com. All Rights Reserved. Sobre nós Política e segurança Termos Privacidade Direitos autorais

Isenção de responsabilidade:Este site opera enviando artigos em tempo real e não assume nenhuma responsabilidade legal pela autenticidade, integridade e posição de todos os artigos. O conteúdo de todos os artigos representa apenas as opiniões pessoais do autor e não é a posição deste Site. Os usuários devem julgar a autenticidade do conteúdo. O autor possui os direitos autorais do artigo publicado neste site. Como este site é restrito pelo modo de operação "publicação em tempo real", não podemos monitorar completamente todos os artigos. Se os leitores encontrarem problemas, entre em contato conosco. Este site tem o direito de excluir qualquer conteúdo e recusar qualquer pessoa a publicar artigos neste site e também o direito de não excluir o artigo.Não escreva palavrões, calúnia, violência pornográfica ou ataques pessoais, seja disciplinado. Este site reserva todos os direitos legais.
TOP
X
Relatar
Use um endereço de e-mail real. Se não pudermos entrar em contato com você, não poderemos processar seu relatório.