11 Proibições para mulheres na Arábia Saudita que são difíceis de acreditar

Demara Cruz 10/08/2020 Relatar Quero comentar

Cada país tem os seus costumes, e o que pode parecer bem estranho para quem mora no Brasil, pode ser normal para quem mora na Arábia Saudita, e vice-versa. Por lá, as mulheres possuem direitos muito restritos em relação aos dos homens. Elas não podem usar o tipo de roupas que as mulheres de outros países usam, ou até mesmo dirigir. Veja abaixo mais algumas curiosidades acerca das proibições relacionadas às mulheres da Arábia Saudita.

1 – Casamento

Na Arábia Saudita, as mulheres se casam muito cedo, muitas vezes antes mesmo da puberdade, e acabam deixando os estudos para se dedicarem à nova família. Além disso, gravidez precoce e partos prematuros debilitam a saúde das meninas e podem até levar à morte. Por lá não há idade mínima para se casar. Formalmente, os casamentos obrigatórios são proibidos, mas o contrato entre o noivo e o pai da mulher é obrigatório.

2 – Trabalho

Apesar de muitas mudanças nas proibições, a porcentagem de mulheres que trabalham no país é de apenas 17%. Isso significa que a maioria das mulheres na Arábia Saudita fica em casa cuidando de seus filhos. Elas podem trabalhar, desde que não negligenciem suas responsabilidades familiares, e também precisam da permissão de um homem para trabalhar. Além disso, elas podem exercer poucas profissões: podem ser médicas, enfermeiras ou professoras, e devem evitar a comunicação com homens desconhecidos enquanto trabalham.

3 – As mulheres devem usar um grande vestido preto

Quando estão na rua, as mulheres da Arábia Saudita precisam cobrir completamente o corpo, mostrando apenas a área dos olhos, as mãos e os pés. Elas podem usar apenas  preto (vestido longo com mangas) e  (véu). Além disso, a roupa deve ser folgada para não enfatizar as curvas. E o que mais choca é que uma vítima de estupro pode ser considerada culpada se suas roupas forem “muito reveladoras”.

4 – Elas não podem tirar carteira de motorista

Na Arábia Saudita as mulheres não possuem o direito de dirigir, mas logo isso mudará. Nos últimos anos, várias leis foram promulgadas nos países do Golfo Pérsico visando a liberalização da permissão de dirigir para mulheres. Em setembro de 2017, o rei da Arábia Saudita anunciou uma mudança na lei que permitirá que as mulheres dirijam. Isso entrará em vigor em junho de 2018. No entanto, uma mulher precisará obter permissão de seu responsável para dirigir.

5 – Transporte público

Já que as mulheres não podem dirigir na Arábia Saudita, a lógica seria usar o transporte público, mas não é o que acontece. Elas têm permissão de usar o trem, mas apenas um vagão separado localizado no final, e a maioria das empresas de ônibus se recusa a transportá-las. Portanto, elas devem se deslocar a pé, de táxi ou com um motorista particular.

Clique na segunda página para continuar navegando
Comentário do usuário
X
Relatar
Use um endereço de e-mail real. Se não pudermos entrar em contato com você, não poderemos processar seu relatório.