Caso Miguel: novas imagens mostram quando Mirtes encontra o filho após a queda

Matérias Oficiais(+10% Clicks) Yasmim 17/06/2020 Relatar Quero comentar

No dia 02 de junho, a notícia da morte do filho de uma empregada doméstica provocou muita revolta, nas redes sociais e em toda população, internautas comentaram o absurdo da morte do menino.

Uma criança saudável, que poderia estar vivo, se não fosse o ocorrido da patroa ter deixado a criança sozinha no elevador, atitude confirmada pelas imagens das câmeras de segurança do prédio.

A tragédia aconteceu em um prédio de Recife, onde a mãe, Mirtes de Souza, trabalha como doméstica. Ela precisou levar o filho para o trabalho, para não deixá-lo sozinho em casa, pois nesse horário em que ele ficava na escola, mas como está fechada devido a quarentena, precisou levar o menino.

O menino caiu do prédio quando a mãe não estava presente, ela teve que sair para levar a cachorra para passear, obedecendo ordens da patroa.

Nas imagens de segurança, o menino sai do apartamento da patroa da mãe, entra no elevador, enquanto a mulher assistia. Sozinho, ele parou no nono andar, foi quando Miguel desceu e caiu direto no térreo. Antes disso, Sarí Corte Real, a patroa, apertou um botão do elevador e deixou a criança sozinha.

O Fantástico exibiu imagens da câmera de segurança, em que a mãe do menino está de volta ao prédio. No momento em que ela entra no elevador, o zelador se aproxima para contar que alguém caiu do prédio. Imediatamente os dois foram para o local da queda, nesse momento a mãe vê o filho deitado no chão.

Miguel chegou a ser atendido, um funcionário do prédio prestou os primeiros socorros até a ambulância chegar, mas infelizmente, ao dar entrada no hospital, o menino faleceu pouco depois.

Comentário do usuário