Irmãos donos de cachaçaria e um caminhoneiro morrem após inalar gás tóxico de cachaça, em Campo Limpo de Goiás

Filomena 10/04/2020 Relatar 我要评论

Os empresários Carlos Roberto Martins das Dores, de 56 anos, e Jadson Martins das Dores, de 51 anos, morreram dentro de um poço da fábrica de cachaça que eram donos, em Campo Limpo de Goiás, nesta quinta-feira (9). O caminhoneiro Junio Penes da Silva, de 39 anos, morreu tentando salvar os empresários, que também são irmãos.

Segundo o Corpo de Bombeiros, um dos empresários desceu a um local subterrâneo onde ficam os alambiques de envelhecimento de cachaça e acabou intoxicado por algum tipo de gás. A segunda vítima desceu ao local para salvar o irmão, mas não conseguiu sair do local. Ele também desmaiou ao inalar o gás. A suspeita dos Bombeiros é que seja um gás tóxico gerado pela fermentação da cachaça.

Local subterrâneo onde as vítimas morreram por inalação de gás tóxico, em Goiás

Uma irmã dos empresários viu que eles desmaiaram e saiu correndo para pedir ajuda. O caminhoneiro Junio Penes, que passava na rodovia próxima ao local, parou para prestar socorro. Já dentro do local, ele percebeu que o gás estava muito forte e tentou sair, mas se desequilibrou da escada, caiu e morreu.

A Polícia Técnico-Científica esteve na cachaçaria para colher materiais para a investigação das causas e origem do gás tóxico.

Bombeiros resgatam corpos dentro do poço onde a cachaça envelhecia em barris, em Goiás

用户评论
X
Relatar
Use um endereço de e-mail real. Se não pudermos entrar em contato com você, não poderemos processar seu relatório.