Saiba quem já pode receber o auxílio BEm

Ingridp 27/07/2020 Relatar Quero comentar

Mais uma notícia boa para os beneficiados com o Benefício Emergencial de Preservação do Emprego e Renda (BEm). Ele vai continuar sendo pago por um período maior, isso porque Jair Bolsonaro, estendeu o prazo para redução de até 70% na jornada de trabalho e suspensão de contratos de trabalhos.

Esse prazo estendido faz parte do programa federal de proteção a todos aqueles que tem empregos de carteira assinadas e das empresas.


Segundo foi publicado no decreto, as empresas poderão reduzir a jornada de trabalho e também dos salários por mais cerca de 30 dias, ou seja, com os outros 90 dias, totalizando assim 120 dias. Caso haja suspensão de contrato, passa a ser ampliado em 60 dias. Ao todo, o prazo total pode chegar a quatro meses.

De acordo com o Ministério da Economia, 12,9 milhões de contratos de trabalhos foram alterados com o novo programa.

Caso você tenha seu contrato suspenso, poderá receber do governo federal,um valor de até R$1.813, fora a ajuda de custo da própria empresa, se caso o empregador faturou o valor superior a R$ 4,8 milhões de reais.

Esse beneficio emergencial, também abrange os empregados em regime de jornada parcial ou intermitentes, os empregados domésticos e os aprendizes. A redução da jornada e salário do empregado poderá ser de 25%, 50% ou 70%, mas com o prazo máximo de até 90 dias. Vale lembrar que o empregado deve avisar ao seu empregar, qual é a conta bancária de sua titularidade, quer receber o Benefício Emergencial de Preservação do Emprego e da Renda.

Comentário do usuário