Felipe Neto devolve R$ 1200 ao governo após receber auxílio indevidamente

MINAS NOTÍCIAS 02/08/2020 Relatar Quero comentar

Felipe Neto recebeu auxílio emergencial indevidamente Foto: Reprodução

O youtuber Felipe Neto revelou, através de sua assessoria, nesta sexta-feira (31), que recebeu duas parcelas do auxílio emergencial do governo federal por causa da pandemia do novo coronavírus.

Felipe Neto não se encaixa nos critérios para receber o benefício e, ainda de acordo com sua assessoria, não fez a solicitação. O youtuber então devolveu R$ 1200 ao Ministério da Cidadania, referente a duas parcelas de R$ 600.

– A assessoria de Felipe Neto esclarece que, por óbvio, o pedido de inclusão de tal benefício não foi feito pelo próprio ou por qualquer pessoa por ele autorizada, mas sim por um terceiro. Ainda não há conhecimento se a intenção era realizar algum tipo de fraude ou apenas mais uma tentativa de jogá-lo contra a opinião pública – declarou um comunicado enviado à imprensa.

Ainda segundo o comunicado, “os advogados providenciarão, junto ao administrador do sistema, a identificação do responsável para que o mesmo responda judicialmente”.

OUTROS CASOS
Felipe Neto não foi o único artista a ter se nome inserido no cadastro do governo para receber o benefício. Atores, cantores e até um vencedor do Big Brother Brasil também passaram pelo mesmo problema. A maior parte, no entanto, afirma que nunca fez o pedido e teve os dados usados de forma fraudulenta.

Entre eles estão a cantora Manu Gavassi, os atores Thammy Miranda e Theo Becker, o humorista Batoré, e o ex-BBB Cezar Lima, que ganhou R$ 1,5 milhão no programa em 2015. Dessas, apenas a solicitação feita em nome de Thammy foi rejeitada pelo governo.

Comentário do usuário