Família de Tom Petty processa Trump por uso indevido de música em comício

Amélia 22/06/2020 02:23 Relatar

A família cantor e compositor Tom Petty, morto em 2017, acionou a campanha de Donald Trump, que tenta se reeleger presidente dos EUA, pelo uso não autorizado de uma música no comício realizado ontem em Tulsa. Foi enviada uma ordem para que a música "I Won't Back Down" não seja mais usada em nenhuma atividade da campanha, sob pena de ação judicial.

"Trump não estava autorizado a usar essa música para promover uma campanha que deixa muitos americanos e o bom senso para trás", diz o comunicado (veja abaixo) assinado pelas filhas do cantor, Adria e Annakim, a viúva Dana e a ex-esposa de Petty, Jane.

Elas ainda afirmaram que "se posicionam firmemente contra o racismo e a discriminação" e "acreditam na América e na democracia, mas Donald Trump não representa os ideais nobres de nenhuma delas".

Trump realizou o primeiro evento com público de sua campanha para a reeleição na Casa Branca depois de três meses de paralisação devido ao coronavírus. O evento gerou polêmica por reunir um grande número de pessoas em local fechado em meio à pandemia.

Rihanna, Aerosmith, Elton John, Adele e Queen são alguns dos artistas que já criticaram Trump por usar suas músicas em eventos políticos.

Essa não é a primeira vez que o hit de Petty é usada por um republicano. Ele ameaçou o ex-presidente George W. Bush por usar a música em seus comícios. Em 2012, Obama também usou, dessa vez, com autorização do cantor.

"I Won't Back Down" está no disco "Full Moon Fever", de 1989, o primeiro álbum solo do cantor, e é um dos grandes hits da carreira de Petty.

Parte do conteúdo do artigo é proveniente da Internet. Se seus direitos de privacidade forem violados, o site será processado o mais rápido possível. Relatar
Artigos recomendados

©2020 ouugame.com. All Rights Reserved. Sobre nós Política e segurança Termos Privacidade Direitos autorais

Isenção de responsabilidade:Este site opera enviando artigos em tempo real e não assume nenhuma responsabilidade legal pela autenticidade, integridade e posição de todos os artigos. O conteúdo de todos os artigos representa apenas as opiniões pessoais do autor e não é a posição deste Site. Os usuários devem julgar a autenticidade do conteúdo. O autor possui os direitos autorais do artigo publicado neste site. Como este site é restrito pelo modo de operação "publicação em tempo real", não podemos monitorar completamente todos os artigos. Se os leitores encontrarem problemas, entre em contato conosco. Este site tem o direito de excluir qualquer conteúdo e recusar qualquer pessoa a publicar artigos neste site e também o direito de não excluir o artigo.Não escreva palavrões, calúnia, violência pornográfica ou ataques pessoais, seja disciplinado. Este site reserva todos os direitos legais.
TOP
X
Relatar
Use um endereço de e-mail real. Se não pudermos entrar em contato com você, não poderemos processar seu relatório.