AUXILIO EMERGENCIAL PRORROGADO: pode se tornar lei!

Melhores Notícias 24 hrs 13/08/2020 09:41 Relatar

A prorrogação do auxilio emergencial de R$ 600 enquanto durar o estado de calamidade pública pode se tornar lei. A ideia legislativa apresentada no portal da cidadania com esse objetivo alcançou 68,8 mil apoios, uma quantidade que representa mais que o triplo da quantidade necessária para que seja analisada como sugestão pela Comissão de Direitos Humanos (CDH).

Se a comissão der o parecer favorável, a ideia será discutida como projeto de lei pelo Senado.

A ideia legislativa foi publicada no dia 29 de julho. Em dois dias já havia atingido a quantidade necessária de apoios para que seja analisada como sugestão legislativa

Parte do conteúdo do artigo é proveniente da Internet. Se seus direitos de privacidade forem violados, o site será processado o mais rápido possível. Relatar
Artigos recomendados

©2020 ouugame.com. All Rights Reserved. Sobre nós Política e segurança Termos Privacidade Direitos autorais

Isenção de responsabilidade:Este site opera enviando artigos em tempo real e não assume nenhuma responsabilidade legal pela autenticidade, integridade e posição de todos os artigos. O conteúdo de todos os artigos representa apenas as opiniões pessoais do autor e não é a posição deste Site. Os usuários devem julgar a autenticidade do conteúdo. O autor possui os direitos autorais do artigo publicado neste site. Como este site é restrito pelo modo de operação "publicação em tempo real", não podemos monitorar completamente todos os artigos. Se os leitores encontrarem problemas, entre em contato conosco. Este site tem o direito de excluir qualquer conteúdo e recusar qualquer pessoa a publicar artigos neste site e também o direito de não excluir o artigo.Não escreva palavrões, calúnia, violência pornográfica ou ataques pessoais, seja disciplinado. Este site reserva todos os direitos legais.
TOP
X
Relatar
Use um endereço de e-mail real. Se não pudermos entrar em contato com você, não poderemos processar seu relatório.