Homem coloca veneno na máscara de proteção da ex namorada

wnews 23/06/2020 Relatar Quero comentar

O coronavírus tem feito com que muitas pessoas mudem a forma como reagem. Uma das transformações no dia a dia foi passar a usar as famosas máscaras de proteção. No entanto, um caso curioso aconteceu nesse final de semana na maior cidade do país, no estado de São Paulo. Um homem, que não teve o nome identificado, teria embebido as máscaras de proteção da ex-companheira com veneno. 

Ele, que tem 55 anos de idade, acabou sendo preso na madrugada desta segunda-feira, 22 de junho, após a ex-esposa chamar a polícia. Ele teria colocado um veneno conhecido por matar insetos, como baratas, nas máscaras de proteção. A polícia militar e São Paulo foi até à casa da mulher, após ela denunciar o ex-marido e dizer que ele invadiu sua casa.

Sobre a pia, estavam suas máscaras de proteção. Ao lado delas, no entanto, estava também o veneno que mata insetos. Ela também contou que o ex-companheiro a teria ameaçado, além de ter causado danos à casa onde ela mora. A mulher já tinha problemas com o ex-companheiro e, por isso, tem uma medida que impede o ex-esposo de chegar perto dela.

No entanto, nem a medida judicial foi capaz de impedir o agressor, que teria um longo histórico de ameaças. A mulher de 44 anos contou que pelo menos duas máscaras foram embebidas do veneno para matar baratas. Esses produtos, segundo informações do portal de notícias UOL, serão colocados à disposição da perícia, que deve passar por exames para comprovar se o veneno foi mesmo usado.

O homem foi encontrado e detido em um carro parado há poucos metros da casa da vítima. Aos policiais, ele negou às acusações, mas por conta do fato de estar próximo à casa da ex, acabou sendo preso.

Comentário do usuário