Com dor e febre, Bolsonaro faz exame de pulmão e novo teste para Covid-19

Mania de Notícia 07/07/2020 09:01 Relatar

O presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), está com alguns sintomas de gripe e decidiu ir até o Hospital das Forças Armadas (HFA) no fim da tarde desta segunda-feira para realizar exames. Em nota, a Secom (Secretaria Especial de Comunicação Social confirmou o que já havia sido publicado pela imprensa: "O presidente Jair Bolsonaro realizou na noite de segunda-feira, 6, teste de covid-19 em hospital de Brasília. O resultado sairá nesta terça-feira, 7. O presidente apresenta, nesse momento, bom estado de saúde e está em sua residência". As informações são do

Em conversa com apoiadores, Bolsonaro, que estava de máscara, evitou aproximação, mas disse que "está tudo bem". "Não pode chegar muito perto, não. Recomendação (para) todo mundo", afirmou em vídeo divulgado por apoiadores do presidente. "Estou evitando (contato), porque vim do hospital agora. Fiz uma chapa (exame de raio-x) de pulmão. Tá limpo o pulmão, está certo? Fui fazer exame do covid agora há pouco, mas tá tudo bem", acrescentou.

Apesar de o presidente ter sido atendido no HFA, fontes da Defesa afirmam que ele não realizou o teste para Covid na instituição. O teste de Covid foi realizado no Alvorada, residência oficial do presidente. E o resultado, de acordo com outro auxiliar direto do presidente, deve sair amanhã. "A Presidência foi enfática em dizer que qualquer declaração deverá sair por eles", disse um auxiliar da Defesa.

De acordo com um ministro próximo do presidente, "tudo levar a crer que é um quadro de virose". Ontem, Bolsonaro teve dores de barriga e hoje apresentou uma indisposição e febre, segundo esse auxiliar. "Mas ele está bem, não há razão para alardes", ponderou. 

Sem máscara 

No último sábado (4), o presidente almoçou com o embaixador americano no Brasil, Todd Chapman, em Brasília. Ele foi acompanhado por diversos ministros e todos posaram para fotos sem máscara. Desde que retornou dos Estados Unidos, em março, com o começo da doença no país, o presidente e sua comitiva realizaram testes para verificar a presença do vírus.

Na comitiva, mais de 20 pessoas foram infectadas. O presidente realizou três exames para testar a doença e, durante meses, resistiu a divulgar os resultados. Somente em maio, após uma ação movida pelo jornal O Estado de S.Paulo, Bolsonaro revelou que usou pseudônimos para realizar os exames, que teriam atestado negativo para a doença.

Parte do conteúdo do artigo é proveniente da Internet. Se seus direitos de privacidade forem violados, o site será processado o mais rápido possível. Relatar
Artigos recomendados

©2020 ouugame.com. All Rights Reserved. Sobre nós Política e segurança Termos Privacidade Direitos autorais

Isenção de responsabilidade:Este site opera enviando artigos em tempo real e não assume nenhuma responsabilidade legal pela autenticidade, integridade e posição de todos os artigos. O conteúdo de todos os artigos representa apenas as opiniões pessoais do autor e não é a posição deste Site. Os usuários devem julgar a autenticidade do conteúdo. O autor possui os direitos autorais do artigo publicado neste site. Como este site é restrito pelo modo de operação "publicação em tempo real", não podemos monitorar completamente todos os artigos. Se os leitores encontrarem problemas, entre em contato conosco. Este site tem o direito de excluir qualquer conteúdo e recusar qualquer pessoa a publicar artigos neste site e também o direito de não excluir o artigo.Não escreva palavrões, calúnia, violência pornográfica ou ataques pessoais, seja disciplinado. Este site reserva todos os direitos legais.
TOP
X
Relatar
Use um endereço de e-mail real. Se não pudermos entrar em contato com você, não poderemos processar seu relatório.