AVC pode ser de dois tipos e dá 6 sinais silenciosos antes de acontecer

Matérias Oficiais(+10% Clicks) Yasmim 19/08/2020 Relatar Quero comentar

O AVC é uma das maiores causas de mortes no Brasil (cerca de 6 milhões de óbitos anuais) e, dentre os pacientes que não morrem, 70% sofrem com sequelas, que podem atingir diversas áreas do cérebro e afetar funções cognitivas e motoras. Além disso, considerada a principal condição que deixa as pessoas incapacitadas em todo o mundo, o AVC (Acidente Vascular Cerebral) é caracterizado pela obstrução total ou rompimento dos vasos sanguíneos do sistema nervoso. 

VC: tipos
Existem dois tipos de AVC mais comuns, o isquêmico e o hemorrágico, e ambos podem deixar sequelas.

AVC isquêmico
Também chamado de derrame, é o tipo mais comum de AVC. Ocorre quando há uma obstrução arterial que impede a chegada de sangue e, portanto, oxigênio a diferentes regiões do cérebro, causando a morte dos neurônios e, consequentemente, sequelas.

AVC hemorrágico
O AVC hemorrágico é caracterizado pela hemorragia resultante da ruptura de um vaso no cérebro e causado, principalmente, por pressão alta e distúrbios que fragilizam as artérias cerebrais e do encéfalo.

O que pode causar um AVC: causas

De acordo com o médico Dr. Sérgio Tadeu Fernandes, do Instituto Brasileiro Integrado de Neurociências (iBrain), as causas de AVC incluem:

Doenças do coração Colesterol e/ou triglicérides alto Hipertensão Sedentarismo Tabagismo Diabetes Uso de álcool e drogas Uso de anticoncepcional Doença vascular prévia

Como identificar um AVC: sintomas

Os sintomas iniciais de um AVC podem ser silenciosos e, perigosamente, fazer com que uma pessoa demore para buscar socorro médico. Portanto, conhecer os principais sinais da condição é fundamental para evitar complicações e até mesmo morte.

Clique na segunda página para continuar navegando
Comentário do usuário